Semanas de moda vêm e vão e com elas novos modelos de bolsas e acessórios são lançados. Porém, os modelos mais clássicos das marcas de luxo são atemporais e sempre permanecem, se fortalecendo a cada temporada. Pesquisamos a história por trás das sete bolsas mais famosas do universo fashion. Confira:

1) Chanel Classic Flap 2.55

Dentre as bolsas da maison francesa, o modelo 2.55 é o que mais inspirou réplicas por ser uma das mais desejadas bolsas de luxo de todos os tempos. A peça foi desenhada pela própria Coco em 1955 e seu nome é derivado da data de lançamento: 02/1955. O acabamento em matelassê e a alça de corrente foram inspirados pelo amor da criadora à montaria de cavalos e há quem diga que o compartimento externo era para guardar suas cartas de amor.

A bolsa está disponível nos tamanhos: maxi, jumbo, médio, pequeno, mini retângulo e mini quadrado.

2) Lady Dior

O modelo mais popular da Dior foi criado em 1994 e recebeu o nome por ser considerado o queridinho da princesa Diana após recebê-lo como presente da primeira dama francesa Bernardette Chirac. Lady Di gostou tanto da bolsa que passou a usá-la frequentemente em suas diversas variações de cores e tamanhos.

A peça tem o couro trabalhado com padronagem acolchoada, inspirada nas cadeiras Napoleão III que foram usadas pelo próprio Christian Dior.

3) Fendi Peekaboo

O clássico design da Fendi foi lançado durante a temporada de primavera/verão 2009 como grande aposta da coleção em resposta aos excessos e logomanias da época.

Com design clean e atemporal, a bolsa possui inúmeras cores, tamanho e adornos, sendo altamente customizável e já se tornou referência da marca como uma das mais desejadas no mercado de luxo.

4) Gucci Soho Disco

Desde seu lançamento oficial, em 2012, a Soho Disco tem sido uma das mais populares da Gucci. Com um shape compacto e o logo GG costurado ao próprio couro, o modelo é versátil e minimalista na medida, própria para ser usada do dia à noite.

5) Balenciaga Motorcycle City

Lançada em 2001 como a segunda bolsa da marca, chamou a atenção por seu modelo desestruturado e aspecto vintage, diferente das que faziam sucesso na época.

Criada pelo então diretor criativo da Balenciaga, Nicolas Gesquière, o modelo continua como sucesso de vendas até hoje.

6) Hermès Birkin

Uma das mais cobiçadas e caras do mundo da moda. A peça foi criada em homenagem à Jane Birkin, musa dos anos 1960, quando o dono da Hermès, Jean-Louis Dumas, encontrou com a musa em um voo para Londres e ouviu tudo que ela tinha a dizer quanto aos detalhes que seriam perfeitos para uma bolsa. Logo, em 1984, a maison lançou seu best-seller.

Os dispostos a comprarem o famoso modelo precisam enfrentar filas que podem chegar a 3 anos de espera, devido ao complexo trabalho artesanal pela confeccioná-la. Além disso, é preciso investir, no mínimo, $20.125!

7) Louis Vuitton Speedy

O icônico modelo é o mais popular da Louis Vuitton. Porém, poucos sabem que a responsável por sua criação foi ninguém menos que Audrey Hepburn. A atriz gostava muito do modelo sacola de viagem com alças duplas em formato de baú que tinha o nome de “Express”, mas achou que precisava de um tamanho menor para o dia a dia. Por isso, sugeriu a mudança pessoalmente a Henri Louis Vuitton que lançou, em 1965, a Speedy.

Com quatro tamanhos e diversas edições disponíveis, o modelo com o monograma se tornou o mais conhecido e vendido da grife!