Verona é a cidade do amor, e para prestar homenagem a William Shakespeare, o autor que a tornou famosa em todo o mundo, o turista que visita a cidade italiana pode revisitar a história de Romeu e Julieta em Verona e os lugares da derradeira tragédia romântica.

Sem dúvida, o primeiro destino é a casa de Julieta, visitada por milhares de turistas todos os anos. Este é o Stallo del Cappello, uma antiga torre que data de c.1200-1300. Segundo a tradição, esta era a casa da família Capulet, a família da heroína de Shakespeare. Danificada ao longo dos séculos, a casa e o pitoresco pátio foram restaurados com um uso inteligente de elementos arquitetônicos e decorativos inspirados na Idade Medieval.

Casa de Julieta

Depois da casa de Julieta, o visitante deve conhecer a casa de seu amor, localizada em um beco isolado no centro histórico de Verona, não muito longe dos túmulos de Scaliger. Esse castelo rústico de tijolos – que se dizia ser de Romeu – pertencia à família Montecchi; apresenta as ameias típicas de rabo de andorinha gibelina. Atualmente, o edifício é de propriedade privada, mas ainda pode ser visto de fora. Essa arquitetura característica é uma prova das lutas entre os Guelphs e Ghibellines, e a necessidade dos habitantes do centro da cidade de construir torres e fortificações privadas em sua defesa. Essas defesas foram um reforço das barreiras já existentes do rio Adige e dos muros que cercavam Verona.

Palazzi na Piazza delle Erbe

Esse tour pelos locais lendários narrados por Shakespeare terminará no túmulo do casal, identificado dentro do Mosteiro de San Francesco, em Corso. Foi o único mosteiro fora das muralhas da cidade durante o período da história e o único acessível ao Romeu exilado. O mosteiro foi construído em 1230 no local onde, segundo a tradição, São Francisco de Assis morava. Lá ocorreu o trágico fim do casal, e, em uma sala escura da cripta, entre as lápides dos monges, está um sarcófago de mármore vermelho vazio, conhecido como o túmulo de Julieta.

Um tour pela narrativa de William Shakespeare

Mas Verona não é apenas a cidade da trágica história de amor do bardo; é também uma bela cidade cheia de monumentos, a começar pela pitoresca Piazza delle Erbe. Preciosa para poetas e pintores e habitada em seu centro pela imponente fonte de Madonna Verona, é também o local do luxuoso e barroco Palazzo Maffei. Vale a pena conhecer!

Fonte: Valle da Mídia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here