Publicidade

O ciclo menstrual varia entre as mulheres, visto que é determinado por diversos fatores como genética, estresse, uso de medicamentos, alteração hormonal, doenças endócrinas e composição corporal. Esse período ainda pode piorar hidratação, oleosidade e inflamação, por isso, é muito importante saber como cuidar da pele na menstruação.

De acordo com a ginecologista Dra. Ana Carolina Lúcio Pereira “A pele muda conforme o período menstrual, pois existem flutuações hormonais com maior quantidade de estrogênio no meio do ciclo ovulatório e este hormônio é muito importante para o viço, brilho e turgor da pele”. Você pode perceber diferenças no surgimento de espinhas, hidratação da pele, elasticidade e capacidade de cicatrização em diferentes períodos do ciclo e é preciso saber cuidar da pele.

Pele seca

Durante a menstruação, os níveis de estrogênio e progesterona estão baixos e por isso a pele tende a ficar menos oleosa. “Um estudo descobriu que 2 entre 5 mulheres notaram a pele mais sensível por volta da menstruação, o que pesquisadores suspeitam se deve aos níveis mais baixos de estrogênio durante essa fase”, afirma a Dra. Ana.

“A fase folicular é o período entre o primeiro dia da menstruação e a ovulação. O estrogênio começa a aumentar. A pele nessa fase tende a estar ‘normal’ ou seca. Se a pele ficar seca, devemos hidratá-la”, afirma a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff.

Inchaço

Quando a ovulação e o estrogênio têm um pico, pode ocorrer um inchaço no rosto. “Massagens faciais com chá gelado de camomila ajudam a ativar a circulação e melhorar o edema”, diz a Dra. Paola.

Oleosidade

Após a ovulação, vem a fase lútea, a fase pré-menstrual, na qual há aumento da progesterona porque o corpo se prepara para uma possível gravidez. “Na fase pré-menstrual podemos focar em produtos que colaborem com o controle da oleosidade. Nas outras fases do ciclo podemos manter a rotina habitual. Lembrando que varia muito de mulher para mulher. Algumas sortudas podem manter a mesma rotina durante todo mês”, diz a Dra. Paola.

“É difícil generalizar quais mudanças devem ser incorporadas na rotina skincare. Mas seriam por exemplo o uso de um sabonete específico para pele oleosa, introdução de um adstringente nesse período ou até mesmo um retinóide à noite para controle da acne. Sempre acompanhado de alta ingestão de água, alimentação saudável e exercício físico”, afirma a Dra. Paola Pomerantzeff.

Compartilhe como cuidar da pele na menstruação.

Publicidade