Publicidade
@consueloblocker
@consueloblocker

Por Consuelo Blocker

Hoje vamos falar como é morar em Florença, onde vivo há 29 anos. Quando eu cheguei, não tinha internet. Por isso, morar aqui significava morar aqui. Todo mundo pensava igual. Eu lembro que usava echarpes amarradinhas no pescoço e uma vez, uma menina falou para mim: “A gente não usa assim aqui”. Eu fiquei “hãm?”. Imagina, eu que sempre quis cidade, metrópole, São Paulo, Nova York e vim aqui por amor, para casar. Me senti isolada, porque não havia mix de culturas. Então, todo mundo era italiano. Minha mãe fala que se você olha o perfil dos imperadores de uma moeda antiga e de pessoas andando nas ruas, eles se parecem. Vamos, então, a algumas curiosidades de se morar em Florença!

1) Uma coisa que me enlouquecia na cultura italiana: as lojas fecham na hora do almoço. Há, também, alguns dias ou períodos que elas não funcionam, seja no verão ou no inverno. No início, eu achava uma loucura, mas hoje em dia eu digo “isso é saber viver”.

2) Eles têm um mês de férias durante o ano, e se você casa você tem mais duas semanas. Então, eu acho que a melhor palavra que descreve o italiano e a vida aqui é hedonismo, quer dizer o prazer do bem e do bonito. Eles apreciam o sol, uma pessoa bonita, mulheres bonitas, cantam, se vestem bem, buscam a elegância. E, uma coisa que meu pai me ensinou é que se você vive no bonito, você cria bonito.

3) Aqui não tem filme em língua original, quase todos são dublados. Eu ouvi falar que essa é uma das razões de falarem inglês tão mal, porque eles só aprendem na escola, algumas horas por semana, durante alguns anos da vida.

4) Aqui não tem cidades grandes, só Milão que cresceu bastante nos últimos cinco ou seis anos, e é a única que a gente pode considerar um pouco mais sofisticada e metropolitana. Roma até pode ser maior, mas na verdade todas as cidades italianas são um pouco provinciais.

5) O italiano senta na mesa para comer e isso eu acho muito bacana. Eles têm uma cultura onde a família é muito importante. A avó ainda serve como suporte também econômico para os filhos, porque ela acaba tomando conta dos netinhos, mas isso já começou a mudar.

6) Eles também têm um festival de música uma vez por ano e elas tocam sempre no mesmo ritmo: começam baixo e depois vão aumentando o volume até estarem berrando. É um povo que gosta de falar, que mexe com as mãos, que fala alto, que usa a emoção na cara, eles não escondem a emoção.

7) O homem italiano é elegante, usa gravata. Se no Brasil as mulheres saem de salto a noite, aqui os homens usam gravata até para ir em uma festa na casa de um amigo, se a ocasião for um pouco formal. As mulheres, em geral, não fazem muita plástica e nem botox.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here