Por Edis Lima

Edis
@beminparis

O Museu das Artes Decorativas de Paris apresentou, em sua nave central, a exposição Tutto Ponti, Gio Ponti archi-designer, que trouxe a trajetória da carreira do arquiteto e designer milanês Gio Ponti, entre o período de 1921 a 1978. Considerado um dos profissionais mais influentes do século XX, Ponti (1891-1979) atuou tanto na produção industrial quanto na produção artesanal e foi responsável por revolucionar a arquitetura dos pόs-guerra, com a abertura de perspectivas para novos conceitos na arte de viver e de morar.

A exposição destacou inúmeros aspectos do trabalho de Gio Ponti, da arquitetura ao design industrial, mobiliário, luminárias e modelos de suas criações realizadas em vidro, cerâmica e em outros suportes. Mais de 500 peças foram expostas, algumas pela primeira vez. Maquetes e estudos preliminares de projetos de residências privadas e prédios públicos (universidades, catedrais) também puderam ser vistos no Artes Decorativas, numa cenografia belίssima assinada pela agência Wilmotte & Associés, com a colaboração do grafista Italo Lupi.

Gio Ponti
Gio Ponti

 Design milanês para o mundo

Diplomado da Escola Politécnica de Milão, Gio Ponti abre um studio de arquitetura, em 1921, e adota, desde o inίcio, princίpios de uma arquitetura de inspiração clássica com o projeto da villa de la Via Randaccio, em sua cidade natal. Nomeado diretor artίstico da manufatura de porcelana Richard-Ginori, em 1923,  ele renova o sistema de produção em série aplicando-o em todas as criações da empresa. Suas peças de inspiração neoclássica foram premiadas na Exposição Internacional no Artes Decorativas de Paris, em 1925.

Minimalismo, cores báscias e formas geométricas fazem parte do DNA do artista.

Luz natural, transparência e simplicidade

De 1950 a 1960, no auge de sua carreira, Gio Ponti difunde seu estilo através de importantes projetos arquiteturais privados na Venezuela, nos Estados Unidos, no Oriente Médio e até em Hong Kong. Ele realiza duas obras-primas, a villa Planchart, em Caracas e a torre Pirelli, em Milão. Leveza, transparência, clareza, cor e simplicidade são as palavras mestras dessa atividade que ele leva aos mais altos patamares, através de seu quartel general em Milão, verdadeiro laboratόrio de criações.

Villa Planchart em Caracas
Villa Planchart em Caracas
Torre Pirelli em Milão
Torre Pirelli em Milão

O Museu das Artes Decorativas em Paris fica numa extensão do Museu do Louvre. Além do rico acervo sobre a evolução das artes decorativas, suas exposições temporárias têm  grande sucesso.