Publicidade
@consueloblocker
            @consueloblocker

Por Consuelo Blocker

Em Setembro do ano passado, estive em Paris e tirei um dia para fazer o lindíssimo roteiro “Paris Capital da Criação”, idealizado pela minha amiga Edis Lima do blog Bem In Paris. Há anos uso seu serviço de transfer e, quando tenho um tempinho, faço um de seus passeios personalizados dentro ou fora da cidade luz.  Ela tem um jeito claro de explorar a cultura e o patrimônio da França, cheio de detalhes interessantíssimos!

Achei sensacional o Capital da Criação pelo trabalho de pesquisa da Edis em explicar de forma clara algo interessante e perspicaz sobre o contexto histórico da cidade. Paris se posiciona como a capital referência do luxo graças às transformações urbanas, históricas, culturais, políticas e econômicas da metade do século XIX, durante o império de Napoleão III, que exigiu muitas mudanças imprescindíveis para que a França se transformasse no que ela é hoje nas artes, savoir-faire e luxo.  O roteiro explica a origem de tudo isto.

As duas etapas que fiz foram as seguintes:

Opera Garnier:

Lindíssimo teatro! Até hoje é o principal monumento construído no século XIX como parte da reforma urbana de Paris.  Tem ligação muito forte com a criação e o luxo.  Era o encontro da alta sociedade, da nova burguesia que surge no segundo império com Napoleão III e vai transformar radicalmente Paris através da construção de uma capital nova.  Por isso, o roteiro começa aqui.

O teto do teatro com obra de Marc Chagall

A sociedade da época frequentava o Opera Garnier e ficava nos vários balcões para ver e serem vistos. O teatro, que ganha seu nome graças ao arquiteto Charles Garnier, também ostenta no teto da sala do palco uma incrível obra de Marc Chagall, artista bielo-russo que viveu parte da vida na França. É de 1964 e substituiu o original do século anterior.

O ponto central da construção é essa escada monumental, onde Garnier utilizou vários tipos de mármore. Com 35 anos, ele venceu o concurso de arquitetura e cuidou de cada detalhe dessa construção, selecionando outros artistas, pintores e escultores.

Aqui ocorrem vários dos desfiles da Stella McCartney

L’ècole des arts Joailliers:

A seguir, fomos à L’ècole des arts Joailliers por Van Cleef & Arpels, um ambiente ultraelegante. A tradicional marca joalheira oferece cursos que duram de 2 a 4 horas onde se aprende da história da joalheria a como montar uma pedra numa joia (pondo a mão na massa mesmo) e a laquear. São 20 cursos diferentes e você pode escolher o seu favorito… ou até mais que um!  Achei incrível e a Edis pode organizar tudo isto para você!

O salão principal da escola

Esse roteiro ensina toda a origem histórica que explica como Paris virou hoje o que é, esse centro do luxo e da criação. Adorei, foi fantástico!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

seis + doze =