Focada em oferecer às mulheres modernas joias versáteis com design chic e cool, Tatiana Alberich se desdobra entre o design de interiores e de joias com maestria. Com a criatividade à flor da pele, a designer transformou seu hobbie e paixão pela joalheria em profissão e, depois de um ano de marca, continua conquistando a fidelidade de clientes que reconhecem suas peças de longe. A Z Magazine entrevistou a designer para saber mais sobre seu trabalho e processo de criação. Confira!

Tatiana AlberichVocê possui mais de 10 anos de experiência em design de interiores. Como isso impactou na sua mudança para a joalheria?

Eu ainda estou muito ligada ao design de interiores, tanto que comecei criando colares para a como peças decorativas e, através disso, pensei em mudar pra joalheria. Sempre gostei de criar em meus projetos de interiores, desde o mobiliário até a iluminação, então, na verdade, eu mudei de design para design. Tudo se resume no criativo, que estava em uma área e eu transportei para outra.

De onde surgiu sua paixão pelas joias?

Da infância, minha família toda sempre gostou da joalheria e desde criança quando me perguntavam o que eu queria de presente, sempre eram joias! Minha família trabalhou muito com decoração, nós tínhamos uma fábrica de lustres e esculturas. Eu gostava muito de ver a parte da fundição, em que a matéria bruta se transformava. Admiro muito as pedras, o material bruto e o acabamento que o ouro pode dar e transformar isso em uma peça pra usar no dia a dia.

Como funciona o seu processo criativo? De onde vêm as inspirações?

Qualquer coisa pode me inspirar! Uma forma, uma combinação de cores ou uma peça que eu gostaria de ter e não encontro. Ás vezes, até mesmo fazendo pesquisa de decoração, a cor de um ambiente acaba se traduzindo nos tons de alguma joia. Essa inspiração sempre vem de algum lugar!

Sua marca é bem recente. Qual sua visão sobre ela até aqui?

A marca tem um ano, ainda estamos em desenvolvimento, mas já estou muito satisfeita com o feedback das pessoas! Percebi que nesse pouco tempo as pessoas já identificam muito meus desenhos, então já consegui deixar um DNA marcado, e elas sentem essa exclusividade por se tratar de peças super diferentes.

Anel da coleção “Estrelas”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × dois =