Publicidade

Cada tipo de cabelo possui suas próprias características e cuidados especiais. No entanto, certos tratamentos, em especial para cabelos crespos e tingidos, podem acabar sendo agressivos e, ao invés de atingir o resultado esperado, danificam ainda mais os fios. O hairstylist Carlos Lima revela que é possível obter brilho, hidratação e maciez sem precisar recorrer a químicas, com elementos totalmente naturais e orgânicos, encontrados na própria natureza. Confira as dicas do profissional sobre os óleos ideais para cada tipo de cabelo:

Cabelos crespos

Aposte nos óleos que protegem o cabelo e o couro cabeludo contra danos e mantém o aspecto do cabelo sempre bonito. Óleos naturais, como o de amêndoas, ajudam a vedar as pontas duplas e salvar as partes frágeis e danificadas dos fios. Os ácidos graxos, magnésio, fosfolipídios, vitamina E e o ômega-3 encontrados neste óleo ajudam a fortalecer o cabelo, prevenir a queda e adicionar mais brilho natural às suas madeixas .

Cabelos tingidos

O óleo de jojoba é rico em nutrientes e gorduras que podem ajudá-lo a manter o equilíbrio do couro cabeludo, hidratando-o e condicionando-o de dentro para fora da fibra capilar. A jojoba restaura também os óleos essenciais perdidos no processo de coloração e equilibra naturalmente o pH do cabelo após um serviço químico.Além disso, tem propriedades antibacterianas que reduzem a probabilidade de caspa.

Publicidade