Dicionário de moda

Termos do universo fashion para o seu vocabulário

0
1234
90091382 528059747850221 6369629442290217681 n 1
90091382 528059747850221 6369629442290217681 n 1
Publicidade

Para quem não está acostumado ou não trabalha com moda, alguns termos podem parecer mesmo de outro mundo.  E sim: conhecer essas palavras e entendê-las no contexto da moda é fundamental para aqueles que querem ficar por dentro das principais notícias. Aqui você encontra um dicionário de moda com palavras que você pode encontrar por aqui ou em nosso portal. Um jeito fácil e divertido de conhecer mais sobre esse universo que somos tão apaixonadas e não passar apuros quando estiver no meio de uma matéria! Abra sua janela para o universo fashion!

Artwear: definição da moda com características de uma obra de arte.

Cut out: peças com cortes que deixam a pele à mostra.

Fast fashion: produção rápida e contínua, com troca semanal, ou até mesmo diária, de coleções em larga escala com preços acessíveis.

Fashion season: temporada de desfiles.

Grife: empresa criadora que possui o nome relacionado ao do estilista. Geralmente, elas oferecem produções manuais com peças exclusivas de luxo.

Highlight: destaques.

Hi-lo ou hight-low: estilo que mistura peças caras e baratas em um mesmo look.

Hit: algo que é o sucesso da estação.

Hype: moderno, da última moda.

Low-profile: estilo simples e mais básico.

Maison: palavra em francês, que significa casa, residência ou lar. É usada geralmente para falar sobre uma marca respeitada no mundo da alta-costura.

Minimalista: peças sem muitos detalhes, cores, estampas ou texturas. É um estilo mais sóbrio e limpo.

Navy: estilo eternizado por Coco Chanel caracterizado por linhas horizontais e a combinação entre as cores branco, vermelho e azul.

Outwear: tendência em que a lingerie fica aparente e visível no look.

Oversize: peças ou acessórios de tamanhos e modelagens grandes.

Slow Fashion: produção sustentável que valoriza os processos com tempo real de produção e respeito pela cultura local.

Prêt-à-porter: produção industrial em série, mas com boa qualidade e assinada por um estilista de moda.

Risca-de-giz: padrão de tecido com riscas finas e claras sobre o tecido.

Ready to wear: “pronta para usar”, ou seja, peças do vestuário adequadas a produção em massa.

Retrô: peças que não são antigas, mas que possuem inspiração de tendências passadas.

Styling: maneira de combinar roupas e acessórios. Existem profissionais altamente capacitados para essa atividade, os stylists.

Underground: movimento que está fora dos padrões.

Vintage: estilo com uma releitura moderna de tendências antigas e reaproveitamento de peças.

 

Publicidade