Publicidade

Desde os primeiros desfiles que aconteceram após o início da pandemia, o conforto permaneceu em primeiro plano. De rei da temporada, passou a ser marca registrada em todas as estações. Isso porque ele se mostra muito mais necessário e alinhado com as novas expectativas e prioridades do consumidor, agora mais atento com tudo aquilo que te faça bem. Nas temporadas de Pre-Fall e Fall 2021, ele pode ser percebido não apenas em roupas para dentro de casa, mas para uma possível e singela retomada de uma vida de escritório, eventos e encontros, através de modelagens amplas e shapes nada pegajosos.

Junto dele, um otimismo inquestionável surge por meio de estampas criativas, cores vivas, brilhos e flores, além de uma força para peças clássicas e cores tradicionais, que traduzem solidez e tempos menos instáveis. A Z Magazine traz nessa matéria, algumas das tendências que dizem muito sobre a sociedade e suas reflexões. Acompanhe!

Otimismo em forma

1 2 1

Se você pudesse traduzir otimismo, como seria essa definição? Na temporada de outono/inverno 2021, os estilistas e diretores criativos das marcas mostraram suas formas de enxergar os dias de esperança. Seja por meio de estampas coloridas ou através de elementos da natureza, a conexão com um futuro melhor já mostra força nas apresentações e promete produções à altura do fim do isolamento social.

No seu quadrado

3 2 1

A alfaiataria ganhou novas arestas com a proposta de inverno 2021. Sim, os ternos aparecem em formato mais quadrado, em comprimento curto e modelagem não tão justa ao corpo. Em uma análise mais criteriosa, as formas geométricas menos arredondadas traduzem mais rigidez e força para enfrentar as adversidades.

 

Amplas and poderosas

2 2 3

Além das calças amplas, as blusas, casacos e batas reforçam o conforto como prioridade com um ar suntuoso e elegante. Como um verdadeiro abraço, essas roupas generosas e quentinhas permitem um novo olhar para a moda.

 

Largados e arrumados

4 2 1

Novamente a alfaiataria foi desconstruída e ganhou uma estrutura comfy. Dessa vez, o amplo aparece em toda a produção, seja nas calças, nos ternos, nos comprimentos ou nas mangas. Tudo oversized para um escritório pra lá de agradável!

 

Alô, volume

5 3

As mangas bufantes e até o efeito balonê nas saias apareceram como aposta da temporada, já com certa esperança para tempos festivos. O volume traduz um ar maximalista, que sai do plano introspectivo e parte para uma proposta nada discreta.

 

Be gentle

6 Coach Fall 21 credit Juergen Teller
Coach Fall 21 credit Juergen Teller

A aproximação com a natureza em tempos de covid-19 é inquestionável. O desejo de respirar ar puro e saudável depois de meses de isolamento também pode ser traduzido através de tecidos rústicos, com fibras naturais, cores neutras e referências ao manual. É se mostrar gentil ao próximo e a si. Essa tendência já se mostrou forte e promete permanecer como talvez o mais novo clássico da moda.

 

Clássico e atemporal

6 2

Já foi visto que, depois de guerras ou catástrofes, a moda tende a voltar para tendências mais clássicas e sólidas. O preto e branco, nesse cenário, domina o pódio. Mas, dessa vez, com brilhos e pitadas festivas para reforçar o desejo de sair de dentro de casa!

 

Vida rosa

7 2

Já faz algumas temporadas que o rosa têm mostrado sua força. A cor, que em uma primeira impressão carrega o significado de leveza, delicadeza e doçura, deve ser enxergada também como símbolo da força feminina. Ela mostra, também, sua versatilidade, com propostas que vão da academia à festa sem esforços.    

Imagens: Divulgação

Publicidade