Por Raíssa Zogbi

Manu

A fórmula pode parecer simples, mas deu jogo! Afinal, trata-se da plataforma de modabeleza precursora (e líder!) no Brasil a oferecer “conteúdo comprável”. Funciona assim:  fotos de street style, com conteúdo que explicam e inspiram a tendência e, em seguida, links para comprar peças semelhantes e montar looks acessíveis. Este é o blog, com carinha de site, “Steal The Look”, cria da época de faculdade de Manuela Bordasch, que se uniu a Catharina Dieterich, e deu vida ao tal do “roube o look”. A dupla gaúcha conseguiu, de forma atual e  prática, trazer um híbrido entre as revistas de moda e os e-commerces. O que começou com R$30,00, o valor do domínio do site, hoje refletem em milhares de acessos no site e mais de 315 mil seguidores no Instagram! Acompanhe o bate-papo com a Manu!

1) A ideia que deu origem ao Steal the Look surgiu ainda na faculdade. Você tinha noção de que poderia dar certo ou estava apenas cumprindo matéria?
A ideia surgiu enquanto eu escrevia meu trabalho de conclusão, cujo tema era fast fashion. Nesse momento, comecei a me familiarizar com os blogs e vi que ninguém, na época, linkava o conteúdo com a compra imediata dos produtos.

2) E sobre o formato? Desde o início ele foi pensado como um shopping virtual?
O formato sempre foi o mesmo. O que aconteceu de 2012 pra cá foi o aprimoramento das matérias (hoje fazemos matérias mais completas, não só looks) e a abertura de novas frentes, de cobertura de eventos internacionais ao lançamento do nosso próprio marketplace.

3) E como começou?
Com R$30,00. Só o valor do domínio!

4) E a curadoria das marcas? Sempre seguiu os mesmos critérios?
Somos bem criteriosas com as marcas com as quais trabalhamos. Acima de tudo, temos que saber se a marca é confiável, pois no momento que indicamos uma marca estamos endossando ela ao nosso público.

5) Mais do que um shopping, vocês são criadoras de conteúdo. Você considera esse o grande diferencial do Steal the Look?
Com certeza. Hoje em dia a geração do conteúdo em si é o principal negócio.

6) O que da sua carreira de modelo contribuiu para a vida de empreendedora?
Sem dúvida, a visão de mundo e saber como funcionam os bastidores do mundo da moda.

Bate-bola
No closet da Manu, o que não falta é: jeans
Marcas que dominam: Amaro, Hering e Nike.
Peça-coringa: camiseta branca
Salto ou sapato baixo: depende da ocasião
Bota ou tênis: vish, não consigo decidir. Sou viciada em ambos.
Item que mais usa de maquiagem: batom vermelho.
Das tendências da SPFW que acabou de acontecer, qual a sua preferida: não sou uma pessoa muito ligada em tendências, sempre aposto nos básicos. Mas, minha favorita do momento são as bolsas de palha, búzios e pérolas.
Livro que indica para quem quer empreender na moda: Sonho Grande. Não tem a ver com moda, mas é o livro que indico pra qualquer pessoa que queira empreender.
O truque de styling do momento: Tornozeleira de buzios.
Elemento que transforma qualquer basiquinho: batom vermelho.
3 perfis que toda fashionista precisa seguir no Instagram: @stealthelook, @bof e @fashionista_com