Moda inclusiva: Herself é a primeira marca a desenvolver calcinhas absorventes adaptadas para pessoas com deficiência

O objetivo da marca é trazer mais força para o movimento que busca ressignificar a relação da mulher com o bem-estar e cuidado com o seu corpo

0
188
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Atualmente, existem mais de um bilhão de pessoas no mundo que convivem com algum tipo de deficiência. Dentre elas, cerca de 200 milhões experimentam dificuldades funcionais consideráveis como se vestir – que para muitos, pode ser algo corriqueiro, para essas pessoas trata-se de uma tarefa diária complexa. Embora a população com deficiência seja expressiva, ainda falta a existência de marca que fabricam produtos para este público, especialmente quando falamos sobre saúde íntima e menstruação.

O nicho de roupas adaptadas ainda está sendo descoberto no Brasil, onde a moda inclusiva tem ganhado cada vez mais destaque na sociedade atual, promovendo equidade e representatividade de todas as pessoas, incluindo as PCDs (Pessoas com Deficiência). E pensando nessa dor, a Herself é a marca pioneira em desenvolver e ofertar calcinhas absorventes para esse público, trazendo uma solução prática, confortável e inclusiva para o período menstrual.

A menstruação é uma parte natural da vida de muitas pessoas, mas pode ser especialmente desafiadora para as PCDs, que muitas vezes enfrentam dificuldades adicionais devido a suas limitações físicas ou cognitivas. A ideia de lançar um produto para esse público surgiu após a marca realizar, em 2021, uma pesquisa com cerca de 800 pessoas, a maioria PCD, e constatar que a maioria buscava conforto e praticidade no período menstrual. Muito mais do que funcional, a peça é também fundamental no empoderamento ao não limitar as ações e mostrar o quanto a moda íntima pode e deve ser democrática e inclusiva.

A CEO e fundadora da femtech, Raíssa Assman Kist, com o intuito de dar um novo sentido à relação da sociedade com a menstruação, desbravou o universo menstrual para PCDs buscando conhecimento sobre moda inclusiva e seus propósitos. “A moda inclusiva não é apenas uma questão de funcionalidade, mas também de democratização e pluralidade. A grande inovação para nós é não fazer mais do mesmo, e sim atender as necessidades reais de todos os corpos menstruantes”, enfatiza Raíssa.

Com aberturas laterais composta por velcros dos dois lados, mais fácil até do que um absorvente descartável, a calcinha chama a atenção até mesmo das usuárias que não são PCD’s, podendo ser usadas nas mais diversas ocasiões por sua versatilidade como em festivais ou em eventos que tenham a necessidade de trocar a peça de forma fácil e prática.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

A calcinha absorvente com abertura lateral da Herself pode ser encontrada na loja virtual da marca, pelo valor de R$ 112,00.

Clique aqui e siga a Z Magazine no Instagram!