Movimento urbano e do streetwear são tendência em 2022

Arezzo aposta nas tendências em calçados na coleção de pre fall

0
277

Com referências do hip-hop nos anos 70, em regiões popularmente chamadas de ‘gueto’, como o Bronx e o Queens, a moda urbana volta para as trends do momento e promete manter seu lugar garantido no pódio de 2022.

Peças amplas, modelagem confortável e uma pegada genderless fazem parte desse movimento, que deixa qualquer produção mais cool.

A Arezzo é uma das marcas adeptas e já aposta nessas referências para sua nova coleção de pre-fall 2022, apresentando novos modelos que trazem muita informação de moda para as ruas com os sapatos, botas, sandálias e bolsas que representam a chamada para o inverno.

A paleta de cores da coleção transita entre tons neutros, que inspiram modernidade e elegância, e tons de verde e roxo, que são apostas da marca para trazer bossa para a nova estação.
O pre-fall parte da proposta de explorar o street e o conceito da moda urbana, fazendo uma leitura de seus códigos e traduzindo estes na escolha de materiais utilizados, como a aplicação em croco em uma cartela de cores de tons sóbrios, e elegantes tons coloridos; os sneakers, peça chave da moda urbana, desenhadas com o intuito de transmitir o visual cool em versões de cano alto, com brilho e cores, entretanto, sem perder a feminilidade.

Intitulado como “Miranda”, o primeiro capítulo da coleção apresenta botas de cano alto e baixo, mocassins e sandálias de shapes amplos e imponentes, todos com a textura croco, um dos elementos tendências da próxima estação. Miranda veio com o intuito de apresentar a urbanidade, trazendo alusão a entrega express e confidencial, em um visual com caminhão e ambiente de depósito.A produção de moda do capítulo foi inspirada no uso de moletons oversized, que foram peças chave no complemento do visual da campanha, que contam com o primeiro logo da Arezzo, de 1970, aplicado agora no moletom para estampar e complementar o visual com as peças de Miranda, em comemoração aos 50 anos da marca.

O segundo capítulo, intitulado Sienna, representa a moda de rua mesmo, simulando uma cobertura de semana de moda e os flashs clicados pelos paparazzi de looks imponentes, com os sapatos e acessórios tendências na temporada. Já os tênis de “ZZMov” trazem um novo olhar para os sneakers da Arezzo, em uma proposta mais fun, que simula o street dance, com uma pegada de basquete, quadra esportiva, e que visa atender adultos e crianças, com produtos também na linha Bambini, vertente infantil da marca que busca estar presente na vida das mulheres desde a infância, adolescência, e fase adulta.
O capítulo “Audrey” revela um propósito de resgatar a feminilidade em parte das produções das mulheres. Com sandálias de salto com laços e amarrações, esses capítulos resgatam a delicadeza e pode compor o visual sofisticado e romântico da coleção ou ser um contraponto de mulheres que optam por looks mais descontraídos, shapes largos e amplos, onde as sandálias Audrey entregam o contraponto das produções.