Publicidade

O Conselho de Designers de Moda da América (CFDA) lançou a programação oficial para a temporada da primavera de 2021 da New York Fashion Week, junto com uma iniciativa digital que permitirá aos designers apresentar suas coleções para profissionais da indústria e para o público em geral. Intitulada Runway360, a plataforma é uma resposta à crise de saúde global que afetou a moda em geral, servindo como uma maneira segura de destacar designers que enfrentaram dificuldades nos últimos meses.

“A pandemia COVID-19 derrubou a indústria da moda global e atingiu Nova York de maneira particularmente forte”, disse Steven Kolb, CEO da CFDA, em um comunicado. “A semana da moda é um momento crítico em que as marcas podem se conectar com a imprensa, varejistas e consumidores, e estou orgulhoso da rapidez com que o CFDA girou para atender às necessidades da indústria com a criação do Runway360.”

O portal oferecerá suporte a AR / VR, recursos de 360 ​​graus, streams de vídeo ao vivo, extensões de e-commerce, recursos de compras do consumidor e integrações de mídia social, além de hospedar vitrines virtuais.

De 13 a 16 de setembro, cada marca terá intervalos de 30 minutos para se conectar com o público. Nomes bem conhecidos na lista incluem Tom Ford, Jason Wu, Carolina Herrera, Eckhaus Latta, Jonathan Simkhai, LaQuan Smith, Naeem Khan, Nicole Miller, Veronica Beard e Zero + Maria Cornejo. Mas nem todos aderiram ao movimento.

Fora do calendário da New York Fashion Week estão Michael Kors, Proenza Schouler, Brandon Maxwell, Tory Burch e Prabal Gurung, que decidiram adiar suas apresentações até outubro ou mais tarde. Além disso, Marc Jacobs decidiu renunciar totalmente à coleção primavera 2021.

“Estamos entusiasmados em ver 15 novas marcas americanas na programação – muitas pela primeira vez – que poderiam não ter tido a oportunidade de compartilhar suas coleções para um público global sem acesso ao Runway360”, acrescentou Kolb.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here