Publicidade

Uma das maiores redes de moda popular da França, a Kiabi chega ao Brasil neste mês, com uma megastore em São Paulo. Rival de marcas como a espanhola Zara e a holandesa C&A, a empresa tem planos ambiciosos para sua operação brasileira.

A primeira loja no Brasil terá 1.500 metros quadrados e será inaugurada no dia 11 de agosto, no Shopping Ibirapuera. A previsão é de que uma segunda unidade seja aberta no estado de São Paulo até novembro deste ano. O plano é chegar a 40 lojas no Brasil nos próximos cinco anos.

A Kiabi pertence à bilionária família Mulliez, dona de marcas como Leroy Merlin (material de construção) e Decathlon (artigos esportivos), redes que já estão há algum tempo no Brasil.

Com 500 lojas físicas em 15 países, a Kiabi (pronuncia-se Kiabí, em francês) aposta no Brasil para iniciar seu processo de expansão na América Latina. No mundo, a marca está presente principalmente na Europa, com destaque para França, com 350 unidades, e Espanha, com 50 lojas.

Enquanto na Europa seu público é mais popular, por aqui o alvo inicial será a classe B, devido aos custos de importação de produtos. Os itens sairão a um preço inicial de 15 reais, e a concorrência será com Zara, Renner, Riachuelo e C&A. A marca não descarta a possibilidade de produzir peças no Brasil quando a operação estiver mais consolidada, o que pode reduzir os custos.

Fundada em 1978, a Kiabi movimenta 2 bilhões de euros anualmente e comercializa em média 275 milhões de peças por ano. É bom que a marca saiba que o mercado de fast-fashion no Brasil não é simples. Em 2016, a rede inglesa TopShop desistiu do país e fechou sua última loja – ela havia chegado por aqui em 2012. Como trunfo, os franceses têm a experiência de quem já opera no Brasil com outras redes. A ver se eles conseguem vender roupas também.

Separamos alguns looks da marca 

Looks Kiabi
roupas da kiabi
Looks da Kiabi
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

quatro − três =