Captura de Tela 2020 10 21 às 16.03.02
Publicidade

Por Lara Biffe*

Fundador do Box 1824 e CEO Yone, Rony Rodrigues, foi o mediador do painel “Marcas que WhatsApp Image 2020 10 16 at 11.57.07voam” dessa Quarta-Feira (21/10/2020), segundo dia de Iguatemi Talks Fashion. Rony conversou com a dupla, João Adibe Marques (CEO CIMED) e Erich Shibata (Diretor de criação CIMED) sobre as inovações criativas que a empresa adotou mesmo estando em um ramo farmacêutico, que costuma ser mais pacato.

João começa a conversa contando um pouco sobre a história da empresa, que é atualmente a terceira maior indústria farmacêutica do Brasil, e como eles chegaram na cor “amarela” característica da empresa. “Nós temos orgulho de ser uma empresa brasileira, e a cor representa isso” comenta o CEO. No começo, há 3 anos atrás, o diretor de criação diz que a CIMED não levava a cor como principal e que muitas empresas não gostaram da ideia de ter algo tão chamativo para caixa de remédios. Porém, a cor foi bem recebida pelo público e o maior objetivo de Erich era dar acessibilidade e design de qualidade para toda população brasileira, sem distinção de classe social. Complementando Shibata, João Adibe Marques ainda comenta sobre a linha de roupas que surgiu com a cor predominante da CIMED que tinha como ideia inicial uma forma de inovar o traje social comum entre os eventos que o CEO participava com a empresa e que hoje virou objeto de desejo. Finalizando sua fala, João responde uma pergunta de Rony sobre suas inspirações no mundo da moda, que responde: “Gosto muito do Virgil”, referindo-se a Virgil Abloh, dono da Off-White e atual diretor artístico de menswear da Louis Vuitton.

Captura de Tela 2020 10 21 às 15.38.57

Questionado sobre então, os aprendizados que a pandemia trouxe para ele e para a indústria farmacêutica, João Adibe disse que passou momentos difícil com a gestão da empresa principalmente com o medo da contaminação de seus funcionários que poderia ocasionar no fechamento de um setor, o que seria preocupante para o funcionamento da empresa. Porém, diz logo em seguida que conseguiram otimizar o atendimento para que não houvesse, no futuro, grandes perdas significativas.

Sobre o futuro do Brasil e da CIMED, o CEO afirma que inaugurará em meados de junho de 2021 uma nova fábrica da indústria farmacêutica que terá uma proposta atraente, sustentável e moderna. Além disso, o objetivo da empresa é cada vez mais entender a oportunidade que existe dentro do país com a indústria de remédios e explicar para o brasileiro, que é o sexto país que mais consume medicamentos no mundo, o que é o medicamento genérico: “O propósito é se tornar embaixador da normalização do porquê o genérico tem qualidade” complementa Erich Shibata.

Finalizando o bate-papo, Rony fala sobre a possibilidade da CIMED investir em novos meios de tecnologia que ajudem a empresa a crescer tanto fisicamente quanto ciberneticamente: “Queremos ser um indústria farmacêutica copilada a tecnologia” afirma João Adibe Marques. Mas, para que isso se realize precisa acontecer dentro da fábrica e depois é passado para os clientes e consumidores, conclui.

*Lara Biffe – Lara Biffe tem 20 anos, atualmente estudante de jornalismo na PUC Campinas, sempre foi apaixonada por moda e possui experiência com blogs e produção de conteúdo por 4 anos. Lara contribui com a cobertura do Iguatemi Talks Fashion para o site da Z Magazine.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here