Publicidade

A indústria 4.0 permeia o mercado de beleza e transforma esse universo em um dos setores que mais cresce mundialmente. A tecnologia traz novas perspectivas ao setor de cosméticos com um papel relevante ao segmento e faz com que os produtos tenham cada vez mais tecnologia, trazendo benefícios específicos ao que o consumidor necessita: durabilidade, segurança e inovação. Com isso, os resultados das marcas estão cada vez mais rápidos e eficientes.

O Brasil é o segundo maior mercado de cosméticos do mundo, sendo que a pele do rosto tem uma atenção especial: 27% dos consumidores buscam melhorar a textura, 25% desejam tratar e prevenir a acne e 23% querem minimizar a aparição de linhas de expressões e rugas, segundo pesquisa da Mintel. As subcategorias de protetores solares e produtos para o corpo, entretanto, cresceram, respectivamente 12,5% e 12,4%, entre 2012 e 2016, ficando à frente do setor de Cuidados Faciais (6,3%).

Os dados mostram o crescimento do setor e o comportamento do consumidor que busca, além de qualidade de produto, segurança para a saúde e posicionamento da marca, como o cuidado com a responsabilidade social e sustentabilidade.

Beleza, bem-estar e segurança

SOLERI FOTO Credito Erigma
Foto: Erigma

Como fornecedora de equipamentos para fabricantes de cosméticos e produtos farmacêuticos em geral, a GEMÜ segue esses valores à risca. “Quando falamos no segmento de cosméticos, além de beleza, é preciso priorizar a saúde das pessoas. Com os nossos materiais e processos, garantimos 100% dos parâmetros de qualidade e segurança para o consumidor. A saúde humana é também um dos nossos pilares e prezamos por ela. Imagine causar uma alergia na pele por conta de procedimentos e materiais inadequados? O mercado não tem mais espaço para isso”, explica o gerente geral de vendas da área farmacêutica, de biotecnologia e alimentícia da GEMÜ, Hans Paul Mösl.

Para Péricles Teixeira da Costa, Engenheiro de Projetos da GEMÜ, estar consciente de que essa área de atuação precisa de análises e diagnósticos frequentes é o primeiro passo para o sucesso de uma companhia. “Com automação completa, é possível economizar, prevenir falhas de máquina e evitar paradas desnecessárias, além de estender a longevidade dos equipamentos e oferecer rastreabilidade no processo industrial”, reforça.

O engenheiro também enfatiza a importância do setor de cosméticos estar 100% alinhado às normas e critérios da ANVISA e garantir ao consumidor qualidade e segurança nos produtos. Por isso, o investimento em inovações ajuda em todos esses requisitos. “Com a tecnologia Conexo, é possível fazer o controle, ter rastreabilidade e melhor armazenamento de todo esse processo, de forma a gerir documentos, como o Plano Mestre de Validação, Cronogramas, Qualificação de equipamentos e utilidades usadas durante o processo e relatórios em geral”, explica.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here