Publicidade

Depois de mais de um ano de isolamento social, não é surpresa alguma que a casa tenha conquistado todos os holofotes e se tornado prioridade na lista de investimento daqueles que a habitam. Com o fortalecimento do home office, adaptar os ambientes da casa e equipá-la para manter o conforto e lazer passou a ser uma necessidade. Uma pesquisa realizada pela Criteo, plataforma de marketing para e-commerce, sobre o comportamento de compras online no Brasil mostrou que os produtos destinados à decoração tiveram crescimento de 28% nas vendas online. Além disso, o estudo registrou aumento de 188% nas vendas de itens para a sala de jantar e 161% em prateleiras.

Como reflexo do momento e com o desejo de manter a casa, assim como a moda, a decoração já aponta as tendências que o consumidor tem buscado. Acompanhe, então, cinco tendências que fazem sucesso nas passarelas e dentro de casa!

 

Cor, por favor!

Se as cores são sinônimos de alegria na alta-costura de Valentino, na decoração de agora elas têm ainda mais sentido! Seja nas paredes vibrantes ou em móveis e objetos, colorir a casa ganhou força com a pandemia e promete deixar os ambientes com mais personalidade.

 

Comfy

Assim como as peças com modelagens mais amplas e tecidos aconchegantes ganharam destaque na moda, a busca por conforto também passou a ser uma prioridade para os espaços da casa. Seja em versões rústicas ou tradicionais, o conforto pode ser sentido em texturas, tecidos, cores e iluminação.

 

Flores pra lá e pra cá

A estampa mais romântica da moda invadiu o ambiente de casa para mostrar que é versátil e sabe trazer acalento. As flores, além das naturais nos jardins e vasos, passaram a habitar os espaços em forma de papel de parede ou pintura.

 

À la realeza

Viktor & Rolf se inspirou na monarquia para sua coleção de alta-costura, que também parece dar match com a decor. Com referências dignas de castelos, a sofisticação aparece como elemento de escapismo.

 

Natural em alta

Os tecidos e as referências naturais desfilam nas passarelas e nos móveis de casa, também como forma de aproximar a natureza do humano e, assim, inspirar um conforto simples e minimalista.

Publicidade