Publicidade

Hoje em dia sabemos o quanto é difícil definir o seu próprio estilo e escolher aquelas peças de roupa ou cores que ressaltam nossa beleza e com um caimento que valorize cada tipo de corpo. Mas existem sim alguns truques e escolhas que podemos fazer para aprimorar o estilo pessoal e trazer mais confiança quando for montar seu look. 

08b1501410f146cb611b4264c98a448e
Imagem: Pinterest

Para a Consultora de Imagem Marina Naves, o estilo pessoal é a forma com que as pessoas se expressam externamente, é a mensagem que querem passar e como querem ser enxergadas pelo mundo através da escolha das suas roupas.

As roupas que você escolhe são grandes aliadas para transmitir a mensagem desejada, e ter um estilo pessoal bem definido é importante para conseguir alinhar o estilo a uma estratégia de comunicação que seja eficiente para auxiliar no alcance dos objetivos pessoais e profissionais.

“É importante que a roupa comunique para que a pessoa veio, dessa forma as portas se abrem com muito mais facilidade. Uma roupa com uma mensagem diferente da mensagem que a pessoa deseja passar, pode tornar tudo mais complicado para ela”, afirma Marina.

Para a Consultora, o nosso estilo é um mix de referências das nossas vidas, que vão desde os livros que lemos, dos amigos que convivemos, da cidade que moramos, até filmes que assistimos. Todos esses pontos formam nosso estilo, e é natural que ele mude ao longo dos anos à medida que a nossa própria vida vai mudando.

Agora que você já entendeu o que é estilo pessoal, vamos para os passos iniciais para descobrir o seu. Marina dá 3 dicas essenciais para começar a colocar esse plano em ação. Confira!

1. Procure referências dentro do seu próprio armário

Procurar referências dentro do seu armário é muito importante para entender dentro do que você já tem, o que realmente faz sentido para você atualmente.

Entenda no seu armário atual, o que te representa e o que não. Observe, experimente e separe o que mais te agrada e quais peças te fazem sentir mais “você” ali dentro.

2. Procure referências externas 

Entender o que você gosta e o que não gosta e olhar o mundo a sua volta faz parte para que você consiga treinar o olhar para o que mais te agrada, e também para o que não tem a sua cara.

Salve fotos de tudo que você gostar e depois observe quais pontos se repetem, por exemplo: muitos looks com saia midi, muitos looks com tênis, muitas estampas, ou muitos colares grandes. Dessa forma, você consegue filtrar as suas preferências e ter uma noção maior de qual estilo mais combina com você.

3. Teste 

Nada melhor do que experimentar! Prove looks que você nunca provou antes, experimente de formas que nunca combinou e vá testando várias possibilidades e entendendo o que mais te agrada. Assim, você conseguirá definir como você expressa o seu estilo e o que melhor te representa.

Publicidade