Na busca por opções mais sustentáveis e com menor impacto sobre o meio ambiente, a Insecta Shoes inseriu o Piñatex na sua linha de produção. O tecido feito a partir do abacaxi foi criado pela designer espanhola Carmen Hijosa que após anos de pesquisas e investimento em tecnologia, encontrou um produto tão resistente quanto o couro de animais e que pudesse ser produzido em grande escala.

 

couro de abacaxi
Foto: Divulgação

Além de ser vegano, o tecido utiliza uma quantidade menor de água e produtos químicos na sua produção. Além disso, não necessita de fertilizantes extras, surge de uma matéria que seria descartada e é biodegradável.

Como é produzido?

Um metro quadrado do couro de abacaxi Piñatex é feito a partir de 480 folhas da fruta, retirados de cerca de 20 abacaxis. Caso não sejam utilizadas para esse fim, geralmente, as folhas são descartadas e viram lixo. “O Piñatex é flexível, absorve bem as estampas e cores, e pode facilmente ser costurado”, comenta a fundadora da Insecta Shoes, Barbara Mattiv.

Outras vantagens

couro de abacaxi
Foto: Divulgação

O tecido de abacaxi se torna uma fonte de lucro importante para as comunidades, por meio da produção das fibras, é possível produzir a biomassa do abacaxi. Esse é outro subproduto da fruta que pode ser utilizado como fertilizante orgânico ou biogás.

Clique aqui para conferir os modelos Argia (R$ 319) e Lampiris (R$ 239), exclusivos feitos com Piñatex.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × 3 =