De empresário informal da Thear na Feira Hippie às passarelas da SPFW

Thear, marca de moda autoral idealizada pelo estilista goiano Theo Alexandre, será a única do Centro-Oeste nesta edição a desfilar no SPFW

0
88
Foto: Divulgação.

Da Feira Hippie – considerada maior feira livre do Brasil e da América Latina, localizada na Região da 44, segundo maior polo de moda atacadista do país, em Goiânia (GO), para a passarela do SPFW – maior evento de moda do Brasil e o mais importante da América Latina, o estilista goiano Theo Alexandre deixou a informalidade em 2016 para apostar no sonho de construir a marca de moda autoral Thear, de maneira formalizada para poder crescer e atingir novos patamares. Hoje, Theo consegue se conectar a mais parceiros e lugares com o objetivo de fazer a brand ganhar ainda mais visibilidade e continuar crescendo como negócio.
 

“Antes de ser designer, fui cortador, ou seja, vim do processo produtivo antes de ir para a criação. Passei pelo fast fashion, atacado, até entender qual o propósito que eu queria para minha marca. Em 2018 nascia a Thear, mas foi só em 2022, depois de 4 anos, que o faturamento aumentou, senti a necessidade de dar novos passos no negócio, profissionalizar ainda mais os processos para continuar crescendo de forma sustentável. Isso nos proporcionou outros ganhos importantes, já que estar no São Paulo Fashion Week traz uma outra visibilidade, um outro sentimento para o produto. Então, ao investir na formalização e na profissionalização do negócio, passei a acessar outros lugares e somar outros parceiros também”, afirma Theo Alexandre, fundador da Thear.

Desde o início, Theo teve a visão de crescer de forma estruturada, consciente dos desafios que viriam pela frente. Com processos produtivos mais sustentáveis, responsáveis e com propósito, a Thear tem foco nas criações com design único, modelagens confortáveis, pautadas em construções com processos mais duráveis e atemporais, a marca rapidamente se destacou no cenário da moda, conquistando espaço em eventos importantes, como a Casa dos Criadores e o SPFW. “Todo o aprendizado que adquiri, desde a época de cortador, foi fundamental para estar aqui hoje. Pude acompanhar parceiros em diferentes áreas da indústria têxtil, absorvendo conhecimentos sobre logística, compras de matéria-prima e os intrincados processos do fast fashion. Isso me permitiu integrar processos eficientes e mais sustentáveis ao meu negócio”, destaca.

No entanto, ser empreendedor no Brasil não é um caminho fácil. Com a pandemia de 2020, as vendas foram impactadas, exigindo uma adaptação rápida da Thear para manter o negócio funcionando. Segundo Theo Alexandre, essa adversidade só fortaleceu sua determinação e compromisso com a qualidade e responsabilidade da marca.

“A Thear conta com uma equipe alinhada e que me acompanha desde o início. São profissionais prestadores de serviços, referências no mercado da consultoria, do marketing, da comunicação e até da costura. Ou seja, preciso de muitos braços ali comigo para fazer o negócio acontecer. Com muito trabalho e dedicação consegui constituir a minha própria equipe, então, a cada pessoa que chega em nossa história, eu comemoro muito e entendo que a coisa está crescendo”, afirma o estilista da Thear que nesta edição da SPFW conta com uma equipe multidisciplinar de 20 colaboradores goianos.

Do Cerrado para o Brasil

Hoje, a Thear não se limita apenas às fronteiras de Goiás, mas alcança clientes em todo o Brasil por meio de seu e-commerce. O foco no atendimento personalizado e na experiência do cliente tem sido uma peça-chave para o crescimento contínuo da marca, que possui um corner no Ateliê Eleonora Hsiung, no Setor Marista, em Goiânia, e segue em negociação para novas parcerias de pontos de venda físicos.

“A Thear nasceu com o propósito de deixar sua marca na indústria da moda, não apenas como uma marca de roupas, mas como uma parte importante da história da moda goiana. Por isso, nossas raízes sempre estão presentes em cada coleção. É um compromisso com o que somos e de onde viemos”, complementa Theo Alexandre.

Rebranding

Ao longo desses quatroanos de evolução e consolidação no mercado de moda nacional, a Thear entendeu a necessidade de reformular sua marca como resultado de uma reflexão sobre o que se tornou. O objetivo foi trazer uma sofisticação quente, com curvas mais orgânicas e uma família tipográfica que remetesse à valorização da memória e do passado, mas que buscasse criar novas tradições ao invés de seguir as antigas.

“Este movimento de trazer o passado para o presente vem, também, para comunicar a atemporalidade do estilo de design reconhecido (e reconhecível) que a Thear desenvolveu ao longo dos anos, e que se tornou uma parte essencial da identidade da marca”, comenta Theo Alexandre sobre a nova logo, que foi inspirada no desenho tipográfico do início do século XX e faz referência a uma visão artística de estabilidade, abundância e harmonia com a natureza, destacando o aspecto caseiro e imaculado pela indústria das fontes Odlstyle.

SPFW

As transformações da Thear poderão ser vistas no SPFW, no dia 12 de abril às 17 horas, no JK Iguatemi, em São Paulo. Nesta edição do maior evento de moda do Brasil e o mais importante da América Latina, a marca será a única marca do Centro-Oeste a desfilar. O projeto Elementos da Thear é realizado com recursos do Programa Goyazes do Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, com patrocínio da Óticas Brasil, da Associação Goiana dos Produtores de Algodão (Agopa), representante oficial do Movimento Sou de Algodão, em Goiás, além do apoio da Flávio’s, que assina os calçados masculinos do casting.