Publicidade

A Prada anunciou nessa quarta-feira, 22 de maio, que é a mais nova integrante do movimento Fur Free. As marcas Prada, Miu Miu, Church e Car Shoe não utilizarão mais peles animais como matéria prima para fabricação de seus produtos a partir das coleções para a temporada de primavera/verão 2020.

A notícia foi dada pela organização humanitária britânica, Humane Society International (HSI), após um diálogo positivo entre a marca de luxo e grupos de proteção animal, incluindo a Fur Free Alliance. A HSI ainda elogiou o movimento e disse que era essa é uma das declarações de moda sem uso de peles mais importantes até o momento para acabar com o uso de peles em todo o mundo.

“Focar em materiais inovadores vai permitir à companhia explorar novas fronteiras do design criativo, ao mesmo tempo em que atende à demanda por produtos éticos”, afirmou Miuccia Prada.

De acordo com Claire Bass, diretora executiva da Humane Society International, o anúncio acontece em um momento onde um grande número de designers está abandonando o uso de peles e investindo em novos materiais. “Não é uma tendência de fast fashion, é uma mudança radical para atender às demandas de consumidores cada vez mais conscientes”.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 + 16 =