Fotos: SENAC – Victor Alquezar

Resistência e exaltação da cultura afro-brasileira.

Esses foram os pilares que pautaram o desfile da Meninos Rei na edição N53 da SPFW, que aconteceu ontem, 02/06, no Senac Lapa Faustolo.

E a apresentação já começou com força, antes mesmo do casting entrar em cena, com denúncias sobre o racismo através de compartilhamento de manchetes que mostram como é corriqueiro no Brasil.

Foto: SENAC – Victor Alquezar

Pertencente ao projeto Sankofa, criado pelos coletivos Vetor Afro-Indígena na Moda (VAMO) e Pretos na Moda para racializar a SPFW, a marca apresentou a coleção “Meu Ori é Minha Voz”, que teve abertura emocionante com a voz de Mariene de Castro cantando a música ‘Canto das Três Raças’.

A passarela, então, recebe modelos com criações ultracoloridas e estampadas, que fazem parte do DNA da marca baiana, que carrega também referências do streetwear.

Foto: SENAC – Victor Alquezar

Como tendências, destaca-se os ombros bem marcados, com volumes e babados, que traduzem força e resistência e os acessórios em versão maxi.

Foto: SENAC – Victor Alquezar

O caimento segue a marca registrada da Meninos Rei: a fluidez, com movimento e bossa, além do volume.

Foto: SENAC – Victor Alquezar

Jessilane Alves, Tia Ma e Aline Wirley fizeram parte do casting, que aplaudiu e abraçou os criadores da marca, Céu e Junior Rocha, no fim do desfile.

 

Assista ao desfile completo!