O varejo pós-pandemia

Eduardo Cristian, embaixador das confecções, irá explicar os impactos pós-pandemia no varejo

0
216
Foto: divulgação
Foto: divulgação

A Covid-19 mudou a vida e os princípios do mundo todo. O “novo normal”, como já é chamado o mundo pós-pandemia, trouxe transformações para a realidade de todos. Vários são os novos cenários com os quais lidamos diariamente, entre eles os novos padrões de consumo. O consumo, que ao longo de 2020 andou em baixa, foi fortalecido em um ambiente que antes da pandemia não era tão explorado: o e-commerce. A migração dos consumidores para o varejo online foi acelerada durante a pandemia, impulsionada pela conveniência de encontrar produtos facilmente e realizar compras sem sair de casa. Além disso, a pesquisa de preços e a diversidade de opções oferecidas pelos sites de compras contribuíram para esse crescimento.

Para o especialista, é importante que as grandes redes varejistas adotem algumas estratégias-chave, para se adaptar às mudanças de comportamento do consumidor, como por exemplo, transformação digital que já deveria ter ocorrido, melhorar a experiência do cliente como opções de pagamento mais flexíveis, maior diversidade de produtos, responsabilidade social e sustentabilidade, entre outras. Finaliza o expert em confecção, Eduardo Cristian.

Diante dessas mudanças de comportamento, é crucial que as grandes redes de varejo adotem estratégias-chave para se adaptar ao novo cenário. O especialista Eduardo Cristian destaca a importância da transformação digital, melhoria da experiência do cliente, opções de pagamento flexíveis, diversidade de produtos, responsabilidade social e sustentabilidade.

A aplicação do conceito phygital, que combina elementos físicos e digitais na experiência de compra, pode trazer benefícios para os varejistas. Ao oferecer uma experiência aprimorada aos clientes, mantendo um posicionamento forte no mercado, é possível aproveitar as oportunidades proporcionadas pela migração para o ambiente online.

No atual cenário de negócios em constante evolução, é essencial que as empresas sejam flexíveis, inovadoras e capazes de se adaptar continuamente. Essas características serão fundamentais para enfrentar os desafios e se manterem competitivas.

Clique aqui e siga a Z Magazine no Instagram!