Segundo dia Semana de Moda de Milão: Diesel e Fendi

Da tecnologia às pautas sociais: como as grandes marcas Diesel e Fendi se apresentaram no segundo dia da Semana de Moda de Milão.

0
131

O segundo dia da Semana de Moda de Milão contou com a presença de duas grandes marcas do universo fashionista com desfiles inovadores com as tendências da Europa que são influentes no mundo todo. A Diesel foi a primeira dessas marcas a se apresentar no dia 21 e trouxe em seu desfile a tecnologia, enquanto a Fendi teve seu desfile interrompido por ativistas dos direitos dos animais.

 

Diesel

Conhecida por suas bolsas e peças de roupas com o seu logo icônico aplicado em metal, a grife Italiana resgatou em seu desfile as referências dos anos 2000 (que não deixam de ser mencionadas como grandes apostas para 2024). Coordenada por Glenn Martens, a passarela contou com looks repletos de plumas, cintura baixa, minissaias e cintos exorbitantes.

Porém, essa não foi a única novidade da marca, já que, Diesel trouxe nas paredes das passarelas projeções dos 1000 participantes de sua chamada no Zoom que estavam acompanhando o desfile de forma remota. A marca então, incorporou a tecnologia em seu show e trouxe os amantes de moda ainda mais perto de suas criações.

 

Fendi 

Outra marca que se apresentou no segundo dia da MFW foi a Fendi, muito conhecida no Brasil pelos seus embaixadores brasileiros, como é o caso de Sasha Meneghel. Kim Jones, responsável pela organização desse desfile e pela coordenação da marca, trouxe nas passarelas principalmente o conceito de diversão. Looks mais despojados com peças transparentes ou até mesmo não abotoadas inteiramente traduzem aquilo que a marca prega sobre a moda ser um espaço para as pessoas se divertirem.

O destaque do desfile se deu pela interrupção das passarelas no terceiro look por ativistas defensores de animais. Ao total foram duas interrupções que foram barradas pelos seguranças.