O tie-dye foi um dos grandes destaques do verão. Amado pelos anos 60, pelos hippies dos anos 70 e pelos skatistas dos anos 90, o print que é uma técnica de tingimento originalmente usada no Oriente desde o século VI, perdeu a cara de hippie, virou urbano e febre no street style. Além de psicodélica, a combinação de cores tem aquele jeito de coisa caseira e, apesar de colorida, carrega leveza nesses tempos de isolamento. Adotada pelas famosas, o tie-dye é a maior tendência de moda da quarentena e você também pode aderi-la em looks comfy, loungewear e t-shirts. Inspire-se nos looks das famosas:

View this post on Instagram

The New Normal ? vs ?? The Good Old Days

A post shared by Sydney Sadick (@sydneysadick) on

View this post on Instagram

Botei até vestido e o sorriso tá largo porque após 14 dias desde o primeiro sintoma, em isolamento domiciliar e agora assintomática, estou de alta médica. Não posso mais transmitir o corona a ninguém. Isso já me alivia muito. A sensação de ser um "risco" à vida de alguém é horrível. Bom, me sinto aliviada sim, mas não tranquila. Saio de um isolamento e continuo na quarentena. Sigo nossa jornada de dúvidas, medos e incertezas com o mundo e comigo. Ainda irei fazer uma série de exames, quando tiver a oportunidade, para descobrir como estou por dentro, se existe alguma consequência disso tudo. Pq é algo completamente novo pra gente. Quero dizer muito obrigada a minha mãe, que longe, imagino ter ficado uma pilha o tempo todo, mas tentou não transmitir essa ansiedade para mim e só me deu amor. Aos meus amigos que me encorajaram e me animavam mesmo sem eu responder todas msgs. Aos nem tão amigos assim, mas que senti verdade em suas palavras de conforto. Meus vizinhos do bem, fofos e queridos que faziam brotar um sorriso no meu rosto a cada toque de campainha. A vocês aqui no Instagram que me deram colo, risadas e emoção. Seguimos juntos, porém separados, nessa jornada. Celebrando cada vitória, lamentando cada perda. Não é só sobre mim, é sobre nós. É sobre a humanidade de cada canto do mundo e também a humanidade que tá dentro de você. Que a gente tenha força, fé e quem puder #ficaemcasa

A post shared by Fernanda Paes Leme (@fepaesleme) on