Verão e pele saudável: Saiba como passar protetor solar corretamente

A partir do FPS 30 o produto já oferece uma boa proteção mas depende de uma boa aplicação

0
220
Créditos de imagem: Banco de imagens.
Créditos de imagem: Banco de imagens.

Com a chegada das estações mais quentes e da temporada de praias, o protetor solar volta a ser debatido – mesmo que ele deva ser usado o ano inteiro. “O calor nos lembra que os danos dos raios solares são imediatos, por isso a pele fica vermelha. Mas o problema não para por aí, já que estes danos persistem na pele e acabam danificando o material genético, o que causa envelhecimento precoce e câncer de pele”, explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Porém, é possível se proteger através do uso diário de fotoprotetor.

Mas afinal, qual a forma correta de aplicação do filtro solar? Aliás, existe uma? Para ajudar a solucionar essas e outras dúvidas, a dermatologista explicou o passo a passo para o uso do protetor solar:

Por que devo usar?

“O protetor solar é a forma mais segura de proteção contra as radiações solares. Pesquisas descobriram que o guarda-sol não consegue bloquear as radiações e oferece, no máximo, FPS 8. Além disso, os danos causados pelos raios solares são muitos. Por exemplo, a radiação UVA é a principal produtora de radicais livres, sendo capaz de atravessar nuvens, vidros e penetrar profundamente na pele, chegando até as células da derme, o que pode causar desde lesões mais simples até câncer de pele, além deste tipo de radiação ser o principal responsável pelo envelhecimento precoce e o surgimento de manchas e rugas. Já a radiação UVB deixa a pele vermelha e queimada, danifica a epiderme e é mais abundante entre as 10 da manhã e as 4 da tarde, sendo capaz de atravessar o bloqueio dos filtros químicos e aumentar o risco de cancerização”, explica a dermatologista.

Qual protetor solar eu devo comprar? 

“Depende de seu tipo de pele. Por exemplo, uma pessoa com fototipo 1 precisa de uma proteção muito maior quando comparado com uma pessoa com fototipo maior. Isso porque quanto maior o fototipo, mais escura a melanina da pele, um pigmento que protege a pele contra a radiação. Portanto, um indivíduo com pele clara, tem menos proteção e por isso precisa de fotoprotetores com FPS e UVA maiores. Além disso, é preciso levar em consideração o sensorial do fotoprotetor. Pessoas de pele oleosa devem usar produtos que sejam mais secos, enquanto quem apresenta pele seca deve usar produtos mais hidratantes”, explica a dermatologista Dra. Paola.

E qual FPS eu devo usar? 

“A partir do FPS 30, já temos uma boa proteção, que fica perto de 97% de absorção da UVB, por exemplo”, diz a médica.

Qual a quantidade recomendada de protetor solar eu devo aplicar?

“Para obter a proteção do fator de proteção solar (FPS) descrito na rotulagem é necessário aplicar 2mg/cm2. De forma prática, pensando na face, essa medida equivale a uma colher de café cheia. Já no caso do corpo, o recomendado é aplicar uma colher de café no braço e antebraço direitos, uma colher no braço e antebraço esquerdos, duas colheres no torso (1 para a frente e 1 para as costas), duas colheres para a coxa e perna direitas (1 para a parte da frente e 1 para a parte de trás), e duas colheres para coxa e perna esquerdas (1 para a parte da frente e 1 para a parte de trás).”

Como e onde devo aplicar?

“No caso do rosto, é preciso passar uma camada generosa do filtro solar capaz de cobrir toda a área e conferir aquela sensação de conforto e cobertura homogênea. Então, obrigatoriamente, deve-se passar no rosto e estender até a raiz do cabelo, além da região pré-auricular, próximo a dobra da orelha, e também no pescoço, nuca e orelhas. É importante também reforçar a região do osso da bochecha, ao redor dos lábios, na ponta do nariz e em suas laterais, já que que essas são áreas em que nós mais percebemos os campos de cancerização e a formação das manchas. Não esquecer também de passar o protetor solar na região do pescoço, do colo e no V da camisa, que é uma área esquecida e, por conta disso, tem a demarcação da linha do fotoenvelhecimento e o aparecimento das queratoses actínicas, que são lesões do tipo pré-câncer. Já quanto ao corpo, a recomendação mais importante é passar o filtro solar antes de colocar a roupa. Além disso, o filtro solar deve ser aplicado puro sobre a pele para não perder a sua potência e aderência.”

Quando devo aplicar o fotoprotetor?

“O ideal é aplicá-lo 20 a 30 minutos antes de se expor ao sol, pois o produto necessita desse período para começar a agir. Se você esperar chegar na praia para passar o protetor solar até o produto começar a agir você já estará sofrendo um dano importante com relação às células da pele. Além disso, a reaplicação deve ocorrer a cada duas horas em média. Já para quem quer ir à praia, é importante respeitar os horários recomendados que são até as 10h da manhã e depois das 4h da tarde.”

A importância do uso de um filtro solar é diária, segundo especialista. Créditos: Banco de imagem

Informações importantes:
* Pessoas de tons de pele mais claros precisam de proteção maior.
* No rosto, é necessário passar uma camada generosa do filtro solar, capaz de cobrir toda a área.
* No corpo, a recomendação mais importante é aplicar o produto antes de colocar a roupa.