anos 80 na alta costura
                  @raissazogbi

Por Raíssa Zogbi                                                                                 

Foi em total clima de festa que a Semana de Alta Costura apresentou suas apostas para o inverno 2018.  Com uma vibe que carregou toques oitentistas e toda a energia das discotecas da época, os estilistas abraçaram, com propriedade, o lema do “mais é mais”. E, dentre tudo que rolou nas passarelas, essa referência, com certeza, não passaria despercebida.

Pense em um revival dos anos 80, com releitura da era medieval e toques da realeza Vitoriana, porém injete boas doses anti-monotonia e toques bem mais versáteis do que quando surgiu. Estamos falando do volume de agora! A boa notícia? Ele acompanha uma proposta muito mais dinâmica e livre do que quando surgiu. Vamos entender!

Aquele truque para cobrir quase que inteiramente o corpo da mulher (e, consequentemente, escondê-la também) virou contra o feiticeiro! Por anos, as peças volumosas sufocavam (no sentido literal e figurado) as mulheres. Hoje, o volume permite dar ainda mais ênfase no que a mulher deseja mostrar. Isso sem falar no aspecto dinâmico e sensual que ele ganhou.

anos 80 na alta costura

Capas, vestidos, babados, ombreiras e caldas, que já costumavam ser protagonistas de um look, agora reinam sem dar espaço para dúvidas. É o hit da suntuosidade e do poder. É o momento do mais. O maximalismo apareceu em tecidos estruturados e até em cores vibrantes (destaque para o neon como outro fruto dos anos 80 que está com tudo). Valentino, Giambatista Valli e Elie Saab, por exemplo, mostraram seus talentos para essa proposta nada clean.

É um grito de liberdade que se consagra como mais uma ferramenta para garantir que nenhuma de nós passe despercebida. Que nenhuma de nós precise pedir licença para passar. Que nenhuma de nós precise dizer “estou aqui” para deixar um legado. Mas, não pense que ela fala por si só. A roupa volumosa só tem força quando a mulher aumenta o som do seu discurso! E é isso que essa temporada inspira. E segue o baile (com volume, por favor)!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

nove + doze =