Publicidade

A 51º edição do São Paulo Fashion Week aconteceu durante os dias 24 a 27 de junho, e os desfiles foram marcados por diversas estreias e marcas com propósito. Por conta da pandemia de covid-19, a edição foi realizada pela segunda vez consecutiva de forma 100% digital. A redação da Z separou os detaques do terceiro, quarto e último dia da semana de moda mais importante do país. Acompanhe!

Terceiro dia 

João Pimenta 

Imagem: Divulgação

Com cores fortes e volumes exagerados, João Pimenta entrega uma coleção saudosa com referências alegóricas, repleta de sentimentos e a necessidade de viver a felicidade no agora. O patchwork é uma grande referência de trend vista nas roupas, mas também traz uma importante reflexão sobre o reaproveitamento de resíduos têxteis.

Assista: 

Apartamento 03 

Imagem: Divulgação

Conforto é o significado da temporada! Para o Apartamento 03, materiais macios e luxuosos compõe a nova coleção da marca para representar um olhar otimista sob o futuro, com uma silhueta serena e fluída.

Assista: 

Santa Resistência 

Imagem: Divulgação

Mais uma das oito marcas estreantes que integram o Projeto Sankofa. Santa Resistência entrega uma coleção inspirada em Elizabeth de Toro, princesa de Uganda e uma das primeiras mulheres negras a cursar Direito em Cambridge. A silhueta bem feminina e referências do disco dos anos 70 se destacam dentro da coleção.

Assista: 

Mile Lab 

Imagem: Divulgação

A também participante do Projeto Sankofa, aposta em uma coleção intitulada “Baobá”. Mile Lab estreia no SPFW trazendo destaque para importância da representatividade e a resistência do povo e cultura negra. A coleção foi desenvolvida a partir de uma cortina da avó da estilista da marca.

Assista: 

Penúltimo dia 

Isaac Silva 

Fotos: Flora V. Negri

A coleção “Axé, Boca de Mata” surge a partir da colaboração do estilista com a Havaianas. A partir disso, Isaac reflete sobre corpo e identidade da mulher negra, e também da mulher indígena. As fotos usaram dois modelos indígenas e o foco da coleção se baseia na espiritualidade e religião, unindo os dois à natureza com elementos e cores principais, como terra e verde.

Assista: 

Carol Bassi 

Imagem: Divulgação

Carol Bassi estreia no SPFW com uma coleção inspirada na cidade do Rio de Janeiro. A natureza, o Pão de Açúcar e a arquitetura foram os principais pontos para elaboração das roupas, que consistem em vestidos soltos com detalhes em babado e bem coloridos.

Assista:

 

 

 

Misci

Imagem: Divulgação

A nova coleção da Misci apresentada no SPFWN51 pauta os sonhos e perspectivas de quem sai de casa em busca de seus sonhos, como os caminhoneiros. Intitulada como “Boleia”, pois foi inspirada nas boleias do caminhão, a coleção reflete o “brega” e o desconexo de forma abrasileirada e com tons pastéis.

Assista: 

Neriage 

Fotos: Vitor Duarte

Para Neriage, a coleção “Sonar” é uma releitura de algumas de suas peças clássicas com novas formas e cores diferentes. Em um momento de isolamento social, a estilista Rafaella Caniello conta que a coleção é inspirada na saudade e intimidade que os objetos a nossa volta refletem no desenvolvilmento de sentimentos.

Assista: 

 

Freiheit 

Fotos: Zé Takahashi

Com referências do sportwear, o estilista Marcio Mota transforma a Freiheit mais acessível ao ampliar o mix de produtos da marca. A coleção apresentada no penúltimo dia de SPFW tem como inspiração a cena rock paulistana, além de referências da década de 80 da Rússia e da Alemanha com uma pegada gótica. Mais uma novidade é que a marca agora conta com peças para o público feminino.

Assista: 

 

Último dia 

Wilson Ranieri 

Imagem: Divulgação

O retorno da marca para o SPFW é notada pela forte tendência de customização. Wilson Rainieri desenvolve uma coleção inspirada em uma estampa floral de um tecido comprado há 3 anos. As cores fúscia, roxo, marrom e azul piscina também entram em foco na nova coleção.

Assista: 

Soul Básico

Imagem: Divulgação

Mais uma marca estreante na 51º edição do SPFW, a Soul Básico apresenta a coleção “Re-Verso”, que reflete sobre presente e passado em uma história a respeito do tempo. Com roupas básicas, assim como o nome da marca já sugere, e modelagens minimalistas a trend para ficar de olho são as peças mais estruturadas e tecidos encorpados.

Assista: 

Ponto Firme 

Fotos: Danilo Sorrino e Alisson Louback

O projeto Ponto Firme é uma iniciativa social, liderada pelo estilista Gustavo Silvestre, que oferece formação técnica em crochê e costura para pessoas em situação de privação de liberdade. Na quarta participação do projeto no evento, o projeto traz uma coleção repleta de tendências confeccionadas a partir de descarte têxtil e peças reaproveitadas de doações que foram reestilizadas com têcnicas de crochê. Além disso, a coleção é inspirada nas máscaras artísticas produzidas por Anderson Figueiredo.

Assista: 

Renata Buzzo 

Imagem: Divulgação

Inspirada no alinhamento dos astros, Renata Buzzo apresenta uma coleção com mangas exageradas, cores inspiradas nos planetas como tons terrosos e rosados para Júpiter, tons amarelados de Saturno e também cores que remetem os elementos da natureza.

Assista: 

Weider Silveiro 

Imagem: Divulgação

Após 15 anos se apresentando na Casa dos Criadores, em 2021 Weider Silveiro estreia no SPFW com a coleção intitulada “Citá”. Inspirada na mulher contemporânea, a coleção trouxe interações digitais modernas e únicas.

Assista: 

Publicidade