Jean Paul Gaultier produz máscaras faciais para ajudar instituição francesa

0
552
Jean Paul Gaultier produz máscaras faciais
Publicidade

Recém nomeado como embaixador da Sidaction de caridade da França para a AIDS, Jean Paul Gaultier produz máscaras faciais para ajudar instituição francesa a impedir a propagação do coronavírus, ao mesmo tempo em que arrecada dinheiro para outro vírus.

O parceiro de negócios de Jean Paul Gaultier, Francis Menuge, morreu de Aids em 1990, e ele tem sido um defensor da Sidaction desde então. “Quando Line Renaud me pediu para me tornar embaixador, me pareceu óbvio”, disse Gaultier em comunicado. “A luta contra a Aids é, acima de tudo, uma história pessoal e particularmente próxima ao meu coração. Quero aproveitar esta oportunidade para falar com os jovens e tentar aumentar sua conscientização. Espero sinceramente que um dia os pesquisadores encontrem uma vacina.”

As máscaras colecionáveis ​​são feitas de tecidos de poliéster de camada tripla e produzidas segundo os padrões de saúde europeus, de acordo com a Sidaction. Seu estilo navy se exalta nas listras de marinheiro, pontuadas com uma impressão de lábios carnudos e vermelhos.

Eles são vendidos por 12 euros na boutique on-line da Sidaction, com todos os lucros doados à instituição. A organização financia pesquisas sobre HIV, bem como programas de prevenção e assistência para pessoas vivendo com HIV, abrangendo cerca de 100 associações na França e no exterior.

 

Compartilhe Jean Paul Gaultier produz máscaras faciais. 

Publicidade